fbpx

DOENÇA PERIODONTAL E TABAGISMO

DOENÇA PERIODONTAL E TABAGISMO

DOENÇA PERIODONTAL E TABAGISMO
DOENÇA PERIODONTAL E TABAGISMO

Que doenças estão associadas ao tabagismo?

Segundo Organização Mundial da Saúde (OMS) estima-se que o tabaco é responsável por mais de 7 milhões de mortes e perda de centenas de bilhões de dólares, em todo o mundo, todos os anos. As mais de 60 substâncias tóxicas do tabaco entre elas  a nicotina, podem entrar nos diversos sistemas do corpo humano. como resultado elas causam doenças cardiovasculares, respiratórias, câncer e outras doenças sistêmicas, e são responsáveis pela doença periodontal em adultos, lábio leporino, fenda palatina e outros defeitos congênitos em crianças cujas mães fumaram tabaco na gestação. O fumo de tabaco, na maioria das vezes consumida em forma de cigarros, é reconhecido como o maior fator de risco ambiental para periodontite .

O hábito de fumar pode causar perda dentária?

Os tabagistas têm maior risco para doença periodontal , que é uma doença que acomete as estruturas que dão suporte aos nossos dentes, cujo desfecho, quando a doença não é tratada, é a perda dentária, porque o dente perde sua sustentação óssea e desenvolve significativa mobilidade dentária, podendo estar indicada a extração dentária. Tabagistas tem probabilidade de 3 a 4 vezes maior de perder dentes do que não tabagistas. A periodontite é uma doença periodontal causada por bactérias, com inflamação na gengiva, cujo tratamento consiste no tratamento periodontal realizado por um profissional, e que depende das defesas do organismo do paciente para ajudar a combatê-la.

Os estudos comprovam que o hábito tabagista altera as respostas do nosso sistema de defesa, bem como a irrigação sanguínea da gengiva. Assim, nosso organismo não consegue trabalhar para deixar nosso periodonto saudável novamente. A periodontite em fumantes tem evolução mais rápida, e é mais grave quando comparada à pacientes não fumantes. A resposta ao tratamento periodontal também fica comprometida.  Por sua vez, a cessação do hábito pode contribuir para melhores resultados do tratamento periodontal e assim diminuir os riscos de perda dentária.

O cigarro pode provocar inflamação da gengiva (gengivite, doenca periodontal)?

A gengivite é uma doença periodontal que tem como característica a inflamação da gengiva. Nos tabagistas, a nicotina está relacionada com a vasoconstrição (estreitamento dos vasos sanguíneos), diminuição da irrigação sanguínea e inflamação da gengiva. Assim, na verdade, a nicotina ajuda a mascarar os sinais de gengivite em fumantes, visto que a gengiva sangra menos e fica menos avermelhada (hyperlink).

O cigarro tem relação com cárie? 

A cárie é a principal causa de perda dentária em adultos em países desenvolvidos, por isso, sua prevenção é o principal objetivo dos cuidados de saúde bucal. Estudos recentes sugerem que o hábito de fumar cigarro pode favorecer a adesão de bactérias do biofilme dental (placa bacteriana) à superfície dentária, acarretando em cárie dentária. A cárie, quando não tratada, pode levar à perda do dente.

Fumar escure os dentes? Como tratar?

Os dentes dos fumantes têm uma tendência a desenvolver manchas pelo tabaco, que podem ser amarelas, marrom claro ou escuro ou até mesmo enegrecidas. Porque o grau do “manchamento” vai depender parcialmente da duração e frequência do hábito. como resultado as manchas podem acometer tanto as superfícies dentárias, como o biofilme dental  e o cálculo dental (tártaro), por isso, procure um profissional para fazer uma avaliação bucal e receber a melhor opção de tratamento.

Leia também : https://alteraodonto.com.br/blog/periodontia/

https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5946:dia-mundial-sem-tabaco-2019-tabaco-e-saude-pulmonar&Itemid=839

 

Texto produzido pela  drª Elaine Fueta Gomes

CROSP 90.067, cirurgiã-dentista periodontista

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Iniciar conversa
Olá! Em que podemos ajudar?
Powered by